Durante os últimos quinze anos ouvi centenas de depoimentos de pessoas que ao fazerem cursos de comunicação tentavam vencer um obstáculo que tornavam suas apresentações um verdadeiro pesadelo. O obstáculo? Medo de se expor publicamente! Essas pessoas, imaginavam que, ao aprenderem técnicas de comunicação iriam simplesmente exterminar o medo e a insegurança que as assombrava constantemente. Mas será que isso é verdade?

Realmente, conhecer técnicas de apresentações ou técnicas para ministrar aulas contribuirá de forma significativa para diminuir esse problema na maioria das vezes, mas, definitivamente não é tudo! Existem atitudes fundamentais a serem incorporadas a qualquer pessoa que se propõe a se apresentar diante de uma plateia de forma a controlar a sua insegurança e melhorar o seu desempenho.

Vou analisar algumas características e sugerir atitudes:

Geralmente o nervosismo maior acontece nos minutos iniciais.

Trata-se de um precioso mecanismo de defesa. Esse estresse produz um aumento de substâncias no sangue que, em doses ideais (nos minutos iniciais), agem potencializando a velocidade de reação. Em outras palavras, nos tornam mais preparados para resolver mais rapidamente qualquer imprevisto.

É evidente que, se o estresse permanecer ao longo de toda a apresentação irá prejudica-lo. Nesse caso, há algo errado!

b1

Pânico só de imaginar…

Se, só de pensar na possibilidade de falar em público gerar em você um pânico tão intenso ao ponto de fazê-lo sentir-se mal, você pode estar sofrendo de um transtorno que pode estar relacionado ao medo de falar em público, glossofobia, ou ao medo da imperfeição, atelofobia, entre outros. Se perceber que o seu medo está passando do razoável, procure um especialista. Fique tranquilo, há tratamento.

A boa notícia é que na maioria das vezes o problema é bem menos grave e relativamente fácil de resolver: você sente medo porque sabe que não está suficientemente preparado!

O preparo diminui o medo.

Se sente medo durante todo o tempo da apresentação e em todas as vezes que vai falar em público é possível que, constantemente você não esteja o suficientemente preparado  para encarar a plateia. Essa é uma situação mais comum do que se pensa. O motivo é simples: como você acha que se sentiria um lutador de MMA ao encarar um adversário sem estuda-lo e sem treinar?

Eu vivo me perguntando: como uma pessoa tem coragem de encarar uma plateia sem levantar informações (sobre as pessoas e ou empresa, se for o caso) e, principalmente sem treinar?

Como se preparar

A preparação consiste em estudar a plateia e o assunto e, posteriormente treinar. Quando falo em treinar, me refiro àquelas situações as quais você já deve ter ouvido falar, mas sempre achou que era brincadeira como, por exemplo, ficar diante de um espelho e repetir exaustivamente a apresentação de formas diferentes ou ainda, se possível, se apresentar a um grupo de colaboradores da sua empresa (ou até para a sua família!) para que façam críticas e observações.

Atitudes assim são sérias, responsáveis e profissionais, ou você acha que as apresentações de Steve Jobs eram fruto de uma “entidade” que o tornava fluente, objetivo e profundamente persuasivo?

Não existe mágica! A melhor maneira de vencer (ou controlar) o medo é preparar-se e ter a consciência de que, só assim, dificilmente será derrubado.

Medo de falar em público? Saiba o porquê e como controlá-lo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *